Metodologia de ensino infantil: como escolher?

Chegou a hora de encontrar uma escola para o seu filho e você está completamente confuso, certo? E não é para menos! 

Escolher uma metodologia de ensino infantil adequada e uma instituição que ofereça qualidade e credibilidade pode ser um processo exaustivo.

A internet disponibiliza muitas informações sobre diferentes métodos de ensino e sobre diferentes tipos de escolas, mas definir quais são as melhores opções pode ser desafiador. 

Neste artigo, você encontrará informações capazes de ajudá-lo neste momento. Então, se você quer saber mais sobre como escolher uma metodologia de ensino infantil, acompanhe o conteúdo a seguir!

Quais são os principais métodos de ensino?

Quais são os principais métodos de ensino?

Os métodos de ensino, ou as metodologias de ensino, fazem parte de um tópico que se baseia em teorias e psicologia educacional.

Se você já andou estudando sobre os principais métodos de ensino, provavelmente já ouviu falar de nomes como Skinner, Vygotsky, Gardner, Piaget e Bloom. Caso ainda não tenho ouvido falar sobre esses nomes, você definitivamente precisa conhecer mais sobre as teorias que se tornaram métodos de ensino. 

Por isso, a seguir, vamos apresentar as teorias de ensino mais comuns. Acompanhe! 

Metodologia de ensino tradicional

O ensino tradicional é uma metodologia vertical que coloca o professor no papel de controlador do ambiente de aprendizagem. 

O poder e a responsabilidade são exercidos pelo educador. Além disso, ele também tem a função de instruir e tomar decisões no que diz respeito ao conteúdo do currículo e resultados específicos. 

A metodologia de ensino tradicional considera os alunos como tendo “brechas de conhecimento” que precisam ser preenchidas com informações. Em suma, o método de ensino tradicional entende que é o professor que causa o aprendizado. 

O aprendizado é associado ao educador e geralmente a sala de aula é um ambiente que estimula a competição entre os alunos.

Atividades como a entrega da lição são consideradas mais importantes neste método do que a aprendizagem efetiva. E os alunos que dominam as entregas por meio de exercícios e avaliações, com uma aprendizagem mecânica, têm os melhores resultados.

Desta forma, o conteúdo não precisa ser aprendido no contexto e o arranjo de assentos mais comum usado pelos tradicionalistas são as filas. Dado o contexto, os métodos tradicionais de ensino têm como características principais:

  • Salas de aula centradas no professor;
  • Professores no modo de distribuidores de conhecimento, em vez de facilitadores;
  • Falta de colaboração e aprendizado em grupo;
  • Mais ênfase em exames e resultados, em vez de compreensão de conceitos;
  • Alinhamento inadequado entre objetivos, atividades e avaliações.

Metodologia behaviorista

O behaviorismo é a teoria de que todo aluno é essencialmente uma “lousa limpa” para começar e moldada por emoções. Ou seja, as pessoas reagem a estímulos, ações e reforços positivos ou negativos. 

Tal teoria da aprendizagem é atribuída a Ivan Pavlov, muito conhecido pelos seus experimentos com cães. Ele realizou um experimento com cães que, de forma resumida, explicou que ao tocar uma campainha, os cães respondem ao estímulo sonoro, então ele aplicou a ideia aos humanos.

Outros teóricos educacionais populares que fizeram parte do behaviorismo foram B.F. Skinner e Albert Bandura.

Metodologia construtivista

O construtivismo é uma metodologia criada por Piaget, usada como base para muitas outras teorias e estratégias educacionais, porque o construtivismo é focado em como as pessoas aprendem.

Piaget afirma que as pessoas aprendem com suas experiências. Elas aprendem melhor por meio do aprendizado ativo, conectam-se ao conhecimento anterior e depois digerindo essas informações do seu próprio jeito. 

Essa teoria criou as idéias da aprendizagem centrada no aluno versus a aprendizagem centrada no professor.

O ensino construtivista é baseado na teoria da aprendizagem construtivista. Esse referencial teórico sustenta que a aprendizagem sempre se baseia no conhecimento que um aluno já trás consigo e este anterior o conhecimento é chamado de esquema.

Como todo o aprendizado é filtrado por esquemas preexistentes, os construtivistas sugerem que a aprendizagem é mais eficaz quando um aluno está envolvido ativamente processo de aprendizagem em vez de tentar receber passivamente o conhecimento.

Uma grande variedade de métodos afirmam ser baseados na teoria da aprendizagem construtivista. A maioria desses métodos depende de algumas formas de ensino guiada, em que o professor evita as instruções mais diretas e tenta ensinar o aluno através de perguntas e atividades para que ele possa descobrir, discutir, apreciar e verbalizar as novas conhecimento.

Características do ensino construtivista

Como dissemos anteriormente, os métodos de ensino construtivistas são baseados na teoria do aprendizado construtivista. Junto com John Dewey, Jean Piaget pesquisou o desenvolvimento e a educação infantil. 

Suas teorias são agora incorporadas pelo movimento mais amplo da educação progressiva.

A teoria construtivista da aprendizagem diz que todo conhecimento é construído a partir de uma base de conhecimento. As crianças não são uma lousa em branco e o conhecimento não pode ser transmitido sem que a criança compreenda isso de acordo com suas concepções atuais. 

Portanto, os alunos aprendem melhor quando eles têm permissão para construir um entendimento pessoal baseado em experimentar coisas e refletir sobre essas experiências.

Um dos principais objetivos do ensino construtivista é que os alunos aprendam a aprender dando a eles o treinamento para tomarem iniciativa de suas próprias experiências de aprendizado.

Desta forma, as principais características de uma sala de aula construtivista são as seguintes:

  • Os alunos estão ativamente envolvidos;
  • O meio ambiente é democrático;
  • As atividades são interativas e centradas no aluno;
  • O professor facilita o processo de aprendizado no qual os alunos são incentivados a serem responsáveis e autônomos.
Como escolher uma metodologia de ensino infantil e uma escola para o seu filho?

Como escolher uma metodologia de ensino infantil e uma escola para o seu filho?

Antes da era da informação, quando apenas as metodologias tradicionais eram aplicadas nas escolas, esperava-se que os professores subissem ao tablado e expusessem os tópicos que estavam fora do alcance dos alunos. 

Desde o fim do século XX, muitos educadores passaram a sentir uma necessidade de mudança. Desta forma, e baseados em metodologias de ensino inovadoras, inúmeros deles deixaram de ser “o centro de informações” e passaram a ser os arquitetos que organizam os vários materiais informativos e ajudam os alunos a construírem seus próprios conhecimentos.

Essa evolução pode ser difícil para muitos professores, especialmente se seus únicos modelos instrucionais partem do modelo tradicional de ensino.A mudança do “centro” para o “arquiteto” geralmente exige que os educadores aprendam novas práticas pedagógicas e novas tecnologias.

Desta forma, encontrar uma escola capaz de garantir a qualidade de ensino pode ser um longa jornada. Por isso, confira a seguir algumas dicas que ajudarão você a encontrar a instituição mais adequada para as necessidades do seu filho.

Busque e peça referências

Além de pesquisar pela internet, converse com o máximo de pessoas possível, desde o pediatra do seu filho até os amigos próximos para obter suas opiniões. 

Faça perguntas específicas sobre a filosofia, a reputação, o corpo docente e o currículo escolar. Depois de restringir a pesquisa, é hora de visitar as escolas!

Preste atenção à primeira impressão

A intuição dos pais geralmente está certa. Como você se sente quando entra pela porta? O espaço é limpo, estimulador e convidativo? Você se sente bem-vindo?

Considere as qualificações dos educadores

Que qualificações os professores têm? Eles participam de treinamentos em andamento? Como eles interagem com as crianças? Como eles lidam com orientação e disciplina?

Pergunte detalhes sobre a metodologia de ensino infantil

Metodologias, filosofias e currículos variam muito de uma escola para outra. Procure um currículo que ofereça conteúdo rico, aprendizado prático e brincadeiras apropriadas ao desenvolvimento. O currículo aborda a promoção do desenvolvimento social e emocional, além de acadêmicos? As crianças devem estar ativamente envolvidas no aprendizado.

Visite os espaços disponíveis ao ar livre

As brincadeiras ao ar livre são muito importantes para o desenvolvimento infantil. Verifique se a escola oferece tempo de sobra para brincar ao ar livre e atividades para que os pequenos possam se expor à natureza.

Procure sinais de comunidade

Você e sua família provavelmente passarão muito tempo na escola. É preciso entender se há um senso de comunidade, onde pais, professores e crianças se apoiam. A escola oferece eventos ou programas para promover os relacionamentos?

Os métodos e as estratégias pedagógicas variam de discussões, práticas de aprendizagem colaborativa, multimídia, aprendizagem experimental e muito mais. A escolha pode ser diferente para cada contexto. 

Obter uma compreensão sólida das possibilidades ajudará você a ter ferramentas para escolher o método mais apropriado para a experiência de aprendizado do seu filho.

Gostou de entender melhor sobre como escolher uma metodologia de ensino infantil? Então aproveite para entender melhor sobre como escolher uma escola infantil para o seu filho!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *